Project Management Canvas, com José Finocchio Jr


José Finocchio

José Finocchio

Hoje, em nossa série Metodologias de Gerenciamento de Projetos, falando sobre a metodologia Project Management Model Canvas, temos José Finocchio Jr. autor do livro “Project model Canvas: Gerenciamento de Projetos sem Burocracia”, co-Autor de  “Fundamentos de gerenciamento de projetos” adotado como livro-texto na FGV (Fundação Getúlio Vargas), palestrante em vários congressos de Gerenciamento de Projetos do PMI e do Brazilian Oil & GAs.

Como surgiu a ideia do Project Model Canvas?

Eu me inspirei em Diversos autores líderes na área de gestão: EM primeiro lugar devo citar o Dan Roam e em seus livros entre eles desenhando negócios, O David Sibett com sua metodologia de facilitação prática (possui três livros publicados alguns deles em português). O David Rock com “Conceitos de neurociência” (foi de lá que tirei o pitch), o Simon Sinek com “O poder do WHY” e é claro a estética do livro “Business Model Generation” me influenciou na estética do Canvas (Mas há que se ressaltar que um business plan é radical mente diferente de um plano de projeto, em primeiro lugar um modelo de negócio é concebido para durar e o projeto é feito para terminar). E sim o movimento ágil em influenciou também especialmente a Mary Poppendieck.

Qual o principal objetivo da metodologia?

Quais as principais diferenças entre a abordagem Canvas, Agile e os modelos mais tradicional de Waterfall?

O Canvas tem por objetivo permitir a co-criação do plano do projeto com o engajamento e participação da equipe e principais stakeholders. E que o produto antes de ser um documento que vai ser esquecido numa gaveta seja um modelo mental que fica na cabeça dos stakeholders e onde os principais conceitos possuem significado e serão úteis de fato no projeto.

O Project Model Canvas pode ser utilizado em conjunto com outras metodologias de gerenciamento de projetos?

Sim ele se adapta muito bem ao modelo clássico como aquele defendido no PMBOK, pois facilita a emergência de um bom plano de projeto com ampla adoção dos stakeholder. O Canvas cobre bastante processos de planejamento do PMBOK. Ele casa bem com Scrum pois torna mais robusto o planeamento de Scrum sem perder agilidade e sem abandonar os princípios do Scrum.

Quais os pontos fortes do Project Model Canvas?



O Project Model Canvas é uma metodologia completa não divulgadas ainda na sua totalidade. Os módulos além do project Model Canvas são:

  • Strategy Canvas – Onde mapas estratégicos são feitos facilitando a ligação com projetos e programas (diferenciando medida de desempenho controláveis das observáveis);
  • O Program Model Canvas que juntos um grupo de projetos ao redor de metas (desdobramento dos objetivos no tempo) atribuindo KPI e um gerente de programa;
  • O Project Control Canvas: É uma Sessão de status onde todos participam , a enfase é colocada no workflow e não no gráfico de Gantt . É uma sessão de controle viva , não um mero relatório de status. Adota também conceitos de controle do work in process da teoria das restrições (vai ser lançada publicamente em abril).

Existe o Portfolio Model Canvas onde é possível priorizar e selecionar projetos na metodologia Canvas e construir um plano mestre.

Quais os prontos fracos?



O ponto fraco é que é uma metodologia 100% genuinamente brasileira e como tudo que é nosso sofre para conquistar a América. Por esse motivo peço ajuda dos brasileiros para conseguirmos esse feito.

Em que projetos/situações seria mais aconselhado utilizar o Project Model Canvas?

Em todos , ela serve quando se tem 60 engenheiros na sala e estão falando de um projetos de 1 bilhão , como num projeto pequeno de 10 mil reais. Ultimamente tenho criado técnicas associadas ao “design thinking” como o giro divergente onde busca-se inspiração nos Canvas vizinhos. Ou o HACKTHON, uma maratona para por em ordem todos os projetos de um PMO.

Existe algum tipo de projeto em que não se recomenda o uso da metodologia?

Não tem contra indicação ele traz luz e visualização sobre o projeto para todos e isso é sempre bom.

Estive recentemente no PM Tools 2013. Você sabia que já existe software de PPM que levam o Canvas em consideração?

Sim, a Projetct Buider com minha consultoria esta construindo uma ferramenta colaborativa do Project Model Canvas. Roda em iPhones e pessoas de diferentes geografia podem construir um enorme Canvas em conjunto e projeta-lo em tempo real.

Como você o posicionamento do Project Model Canvas hoje?

O Project Model Canvas é para aquela empresa que não se deu bem a burocracia excessiva mas mesmo assim precisa fazer projetos que sejam muito bem pensados e precisa unir as pessoas.

Como você enxerga a metodologia daqui a alguns anos?

Eu vejo ela sendo usada em outros países e sendo uma ferramenta a mais no livro PMBOK.

Finocchio, gostaria de contar alguma situação onde o uso do Project Model Canvas salvou um projeto ou poderia ter sido a solução?


Vou deixar o depoimento da Adriana Behar nossa campeã olímpica do Vôlei de para falar!

“Prezado Amigos

Eu tenho o prazer de recomendar o produto educacional do professor Finocchio, “Project Model Canvas” para uso em projetos de qualquer natureza.

Sou uma medalhista olímpica que agora tenho o desafio de ser gerente de programas e portfólio do comitê Olímpico Brasileiro. Nossa meta de tornar o Brasil um pais “top ten” de medalhas até o jogos de 2016 deverá ser realizada por meio de projetos de desenvolvimento de atletas, projetos de criação de centros de treinamento, programas de suporte multi disciplinares ao atleta, programas de aprimoramento de treinadores e gestores esportivos.

Nos meses de março a novembro de 2012, eu e minha equipe percorremos as principais confederações esportivas brasileiras e constatamos que os profissionais não estavam acostumados com a linguagem tradicional de projetos. A ferramenta “Project Model Canvas” criada pelo professor Finocchio foi especialmente útil, pois ao responder as perguntas fundamentais “why , what , who, when and how much” e posicionar notas adesivas num grande quadro , nos ajudou a conceber e planejar os projetos em equipe.

Tenho certeza que esta ferramentas, que simplifica e desburocratiza o planejamento de projetos, será especialmente útil para ampliar o uso das técnicas de gerenciamento de projetos em áreas que tradicionalmente não as utilizam.

Pelos motivos expostos, reforço minha recomendação do “Project Model Canvas” para adoção nos ambientes mais demandante.

Adriana Behar

Program Manager”

Onde podemos encontrar mais informações sobre a metodologia Project Model Canvas?



A Principa fonte é o Livro: Finocchio Júnior, José. Project model Canvas: gerenciamento de projetos sem burocracia / José Finocchio Júnior; ilustração Simon Ducroquet. – 1. ed. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.il.; 17 cmInclui bibliografia e índice ISBN 978-85-352-7456-1

Fora o livro temos videos e recursos no site www.pmcanvas.com.br.

José Finocchio Jr
José Finocchio Perfil

José Finocchio

Mestrado em Engenharia pela Escola Politécnica da USP , MBA em Finanças corporativas pela FEA-USP, Pós graduação em Adm. da Produção pela EAESP-FGV (CEAG), certificado PMP, PMI-SP, PMI-RMP e CCPM, é sócio da PM2.0, especialista em implantação de PMO e metodologia de Projetos e Portfolio em empresas lideres em seus segmentos industriais e de serviços professor da FGV e da FIA. Autor do livro “Project model Canvas: Gerenciamento de Projetos sem Burocracia”, co-Autor de  “Fundamentos de gerenciamento de projetos”.

Anúncios

Sobre Diego Nei

Soteropolitano de capricórnio, Bacharel em Relações Internacionais pelo Centro Universitário Jorge Amado, estou atualmente cursando um MBA em Gerenciamento de Projetos. Gosto de escrever e de tocar violão. Acho que através do Gerenciamento de Projetos temos uma oportunidade de rever como as coisas são feitas e achar uma forma de atingir objetivos. Quem sabe se tivéssemos mais gerentes de projetos em Brasília a história não fosse diferente? Sou membro do PMI desde 2008, filiado ao Capítulo Bahia. Me interesso por projetos de desenvolvimento social, Corrente Crítica e Lean Six Sigma como garantia de qualidade em processos.
Esse post foi publicado em Artigos e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Project Management Canvas, com José Finocchio Jr

  1. Vívian Rodrigues Magalhães disse:

    Boa tarde, sou aluna do MBA de Gerenciamento de Projetos na FGV e estou aprofundando meus estudos no uso do Canvas.

    A maior dificuldade encontrada até o momento é DE QUE FORMA o Canvas pode auxiliar o projeto no momento após o planejamento, ou seja, nas fases de execução, monitoramento, controle e encerramento. Como farei o acompanhamento ao longo da vida útil do projeto estar relacionado com o Canvas?

    Alguém possui alguma orientação ou dica acerca deste questionamento?

    • Vívian, desculpe a demora! Estava no Rio para o PMI Leadership Institute Meeting e isso atrapalhou um pouco o tempo de resposta!

      Mas vamos lá: Da forma que eu vejo, usar o PM Canvas depois do planejamento está muito ligado à gestão de mudanças. Uma rápida sessão para identificar a causa raiz do problema, possíveis soluções, plano de ação, tudo isso usando o modelo Canvas e então partir para sanar a situação.

      Ainda na lógica da gestão de mudanças, se alguma das entregas do projeto tiver que sofrer alterações, reúne-se a equipe, partes interessadas, GP e quem mais for necessário e faz o replanejamento, novamente utilizando o Canvas.

      Espero ter ajudado! Boa sorte com seu MBA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s